Como limpar o ar-condicionado Split da forma correta?

A limpeza e higienização garantem o bom desempenho do aparelho e a saúde da família

Com a chegada do calor, não tem nada melhor do que ficar em um lugar com um bom ar-condicionado. O eletrodoméstico é o único que consegue aplacar as altas temperaturas do verão levando conforto aos usuários.

Um aparelho importante merece cuidados especiais para não te deixar na mão nos dias e noites mais quentes. Atualmente, o ar-condicionado Split é o modelo mais moderno e procurado no mercado, e é sobre ele que vamos dar dicas de como fazer a limpeza do equipamento e higienizar os filtros.

A limpeza é importante para garantir o bom funcionamento do aparelho e consequentemente evita futuros gastos com manutenção. Os filtros livres de impurezas deixam o ar mais limpo, sem espalhar organismos nocivos como o ácaro, um dos maiores causadores de alergia. É prudente fazer a higienização do ar-condicionado uma vez por mês. Com o aparelho sem sujeira e funcionando corretamente, até o consumo de energia pode ser reduzido, economizando no orçamento e ajudando o meio ambiente.

Saiba como limpar o ar-condicionado

O modelo Split é dividido em duas partes: interna e externa. A segunda contém alguns itens complexos, como a condensadora. Para uma limpeza mais detalhada, é aconselhável a presença de um técnico. Mas você pode fazer verificações mais superficiais, porém úteis, como veremos a seguir:

Limpeza parte interna

  • Painel Frontal

Lembrando que antes de começar a limpeza, o ar-condicionado deverá estar desconectado da tomada de energia e permanecer assim até o término do serviço. O painel frontal pode ser limpo com um pano umedecido em água, sem adição de qualquer produto de limpeza. Você também pode retira-lo com cuidado e lavar em água corrente. Se esta for sua opção, leia o manual de instruções para realizar o procedimento.

  • Filtros

Assim que você abrir o painel frontal terá acesso aos filtros de nylon que tomam boa parte do espaço na parte da frente. Observe que eles possuem um puxador para serem levantados levemente e desencaixados do eletrodoméstico. Agora você tem acesso ao cooler, que pode ser limpo utilizando um aspirador de pó. Alguns modelos trabalham como outros dois tipos de filtro, além do feito de nylon. São eles: Filtro de Carvão Ativado e Filtro HEPA. Confira como fazer a limpeza de cada um deles:

Filtro de Nylon: Água fria ou morna (não pode ultrapassar os 40° C). Pode usar um sabão neutro. Após a lavagem deixe secar a sombra.

Filtro de Carvão Ativado: Localizado na parte esquerda do aparelho. Limpe a peça somente com aspirador de pó. Efetue a troca a cada quatro ou cinco meses.

Filtro HEPA: Fica na parte direita do painel. Também só pode ser limpo com aspirador de pó. Assim como o Carvão Ativado, precisa ser trocado com quatro ou cinco meses de uso.

Limpeza parte externa:

Aqui não se pode fazer uma limpeza mais aprofundada, mas podemos realizar exames periódicos para detectar possíveis vazamentos na tubulação e obstrução nas serpentinas e entrada e saída de ar. Em caso de problemas, chame um técnico para realizar o reparo. De qualquer forma, é prudente chamar o profissional para fazer a limpeza por dentro da parte externa, pelo menos uma vez ao ano.

Se você identificar algum sinal de ferrugem na parte externa devido à ação do tempo, desligue o ar-condicionado Split da tomada e use uma tinta esmalte sintética para evitar que o problema se espalhe. Passar uma lixa de ferro bem de leve na superfície antes de aplicar a tinta melhora o acabamento.

Lounge – O novo portal de compras online

Imagine um portal online, com mais de 500 mil produtos, dentre 3mil marcas, expostos em uma vitrine virtual incrível…

O Lounge A é um agregador de várias lojas virtuais onde você encontra roupas, calçados e acessórios da moda, à um clique de distância! Você poupa tempo, encontrando tudo em um só lugar, e ainda pode comparar preços para não perder dinheiro!

Além de todos os benefícios do portal, você ainda conta com a ferramenta Sale Alert,
que traz os maiores descontos de centenas de lojas e te avisa quando seu ítem preferido estiver em promoção!
Receber uma notificação de desconto daquele vestido que você está de olho, é pra glorificar de pé, não é mesmo? hahaha. Separamos um material bem didático pra vocês entenderem melhor como funciona!

Apresentacao

Acesse o site http://www.loungea.com.br/ e conheça um novo método de compras online!

6 dicas para comprar o guarda-roupa ideal

O guarda-roupa é uma das peças mais fundamentais para a organização de um quarto e também da casa. Ele deve combinar com a decoração que você quiser e ser do tamanho ideal para o seu cômodo. Além das cores que variam muito, a quantidade de gavetas e divisórias também é um diferencial.

 

A procura pelo armário perfeito às vezes não é tão fácil quanto pensamos, pois algumas questões precisam ser consideradas para que depois o arrependimento não bata à sua porta. Para que você acerte na escolha e evite futuras frustrações, separamos 6 dicas para você comprar o guarda-roupa ideal. Veja:

 

1. Espaço disponível para o móvel

 

Existem vários modelos diferentes de guarda-roupa disponíveis no mercado e por isso, o mais difícil é escolher qual comprar. Alguns quartos possuem um bom espaço para colocar um móvel grande, mas outras têm espaços reduzidos e precisam ser muito bem planejados.

 

Utilize uma trena para medir o espaço onde seu armário ficará, não se esquecendo de obter todas as medidas: altura, largura e comprimento. Ter real noção do espaço disponível fará toda a diferença na sua decisão. Se o espaço for muito reduzido, opte por portas de correr já que elas não obstruem sua área de circulação quando estão abertas.

 

2. O que você quer guardar

 

Tão importante quanto o espaço disponível, é a quantidade de coisas/roupas que você quer guardar e ainda, quantas pessoas irão utilizar esse guarda-roupa. Não adianta comprar um armário pequeno, se suas roupas não couberem nele, ou ainda se esse armário for dividido com outra pessoa.

 

Os modelos de duas portas são individuais por serem muito compactos. Os de quatro portas são ótimos para quem não precisa guardar nada além das roupas, dispensando lugares para acessórios e roupas de cama. Os maiores de seis portas são ideais para os casais.

 

3. Cores, estilo e design

 

É normal ter dúvidas em relação a cor do seu guarda-roupa e isso realmente é muito pessoal. Como diz o ditado popular, “gosto não se discute!” e você pode e deve usar a cor que preferir na composição do seu jogo de quarto.

 

Porém se não tem noção alguma de decoração e não quer fazer feio, a dica que damos para quartos pequenos, por exemplo, é se jogar nas cores mais claras, pois elas nos dão a percepção de um espaço mais amplo. Quanto ao estilo e design, se você não pensa em comprar outro armário pelos próximos cinco anos, a dica é escolher os modelos menos “enjoativos”, com linhas retas e sem muitas texturas.

 

4. Espaço interno

 

Analise bem a parte interna. Alguns modelos oferecem espaços bem democráticos e diferenciados com destaque para os calceiros, espaços para vestidos, prateleiras e etc. Portanto, se você for uma pessoa organizada, é interessante um espaço interno com essas divisões, pois facilitará a disposição das diferentes peças do vestuário.

 

5. Priorize as funcionalidades

 

Quanto mais funcionalidades o seu armário tiver, melhor. Especialmente se o seu quarto for pequeno, optar por modelos que venham com espelho, por exemplo, além de ser prático e funcional, ajuda na sensação de ampliação do espaço. Gavetas internas também é o “pulo do gato” no quesito funcionalidade quando não se tem espaço para uma cômoda.

 

6. Qualidade em primeiro lugar

 

Sim, a qualidade de um móvel diz muito sobre sua durabilidade. Se pra você, investir em um móvel de MDF ou MDP parecer caro, pense que o investimento compensa pois você terá um guarda-roupa que durará bastante tempo e não precisará comprar outro nem tão cedo.
Enfim, todos precisamos de um armário para deixar as coisas mais organizadas. A escolha do guarda-roupa precisa ser muito bem pensada e planejada porque geralmente esse é um investimento alto e duradouro. Cada pessoa tem um gosto e o que não faltam são opções no mercado.

 

Depois desssa chuva de dicas, aposto que ficou mais fácil escolher o guarda-roupas ideal!

Super beijos ♥

Certo e errado na moda fitness: saiba como escolher roupas de academia

Atualmente as roupas de academia ocupam um lugar de destaque no acervo feminino. Disponíveis em uma infinidade de modelos, estampas e materiais, são itens que permitem uma produção bem elaborada sem comprometer os movimentos durante as atividades físicas. A moda fitness está em alta e tem projetado peças com tecidos tecnológicos, capazes de regular a temperatura do corpo, melhorar a circulação, dentre outros benefícios.

No entanto, o excesso de opções, cores e cortes muitas vezes deixam o look pesado e nada confortável para treinar. Para evitar que isso aconteça, basta seguir algumas dicas básicas para combinar roupas de academia e tentar compor um visual sem erros. 🙂

5 dicas para acertar no look para malhar

 

  • Atenção na hora de se agasalhar

 

Em dias mais frios ou na meia estação é comum ver moletons, casacos de malha, neoprene e outros materiais complementando a produção.

Ainda que seja uma peça que será usada somente no trajeto de onde você estiver até a academia, evite amarrá-la na cintura ou fazer sobreposições, que fazem volume e deixam a silhueta mais rechonchuda. Dê preferência para casacos esportivos e evite peças em materiais de lã e outros tecidos que não são recomendados para atividades esportivas.

 

  • Escolhendo a calça fitness ideal

 

A legging é o carro-chefe de grande parte das produções. Além de modeladora, a calça fitness é confortável e versátil. Como há uma ampla variedade de cores, recortes, estampas, texturas, detalhes em tule e outros tecidos, o ideal é equilibrar peça chamativas com itens neutros e lisos.

A depender do estilo da pessoa, é possível compor looks harmônicos com uma calça fitness com muita informação: basta escolher complementos básicos para não poluir o visual.

 

  • Qual top é melhor?

 

Uma das principais preocupações do público feminino é garantir firmeza e sustentação para os seios durante atividades físicas. Para quem tem seios pequenos, o ideal é apostar em um modelo tipo nadadora.

Por outro lado, quem precisa de um reforço para malhar com tranquilidade pode usar um top de bojo. Uma vantagem dessa peça é que ela cai muito bem com camisetas e regatas, diferente do sutiã, que confere um efeito desleixado e over.

 

  • Meias de cano longo

 

Funcionais, charmosas e um pouco polêmicas, as meias de cano longo são ideias para quem utiliza equipamentos na academia, a fim de evitar o contato direto da pele com superfícies contaminadas por bactérias e suor.

Porém, é preciso ter bom senso na hora de montar um look com este acessório: o mais recomendável é usar meias com tons próximos às roupas de academia, para balancear a produção e evitar excessos. Um look legging verde + regata branca ou preta + meia cano longo aeróbica verde, tom sobre tom, deixa o visual mais adequado.

 

  • Pratico atividades ao ar livre, posso ousar no look?

 

Apesar da moda fitness possuir um dress code, se você caminha na orla, anda de skate, bicicleta ou patins, é possível conferir um charme extra no look com peças mais personalizadas e soltinhas. Uma bermudinha lisa com uma blusa de estampa divertida, por exemplo, é uma boa pedida para se exercitar com muito estilo e conforto.

 

 

Espero que tenham gostado das dicas!
Mega beijos! ♥